slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img
slider img

  Em meio à crise carcerária no país, um presídio em Paracatu, Minas Gerais, mostra que é possível um novo modelo de reclusão. Por lá...

Nesse presídio de Minas os detentos ficam soltos, estudam e trabalham; e não existe violência

💜
2017
 A imagem pode conter: 2 pessoas


Em meio à crise carcerária no país, um presídio em Paracatu, Minas Gerais, mostra que é possível um novo modelo de reclusão. Por lá, os presidiários trabalham com artesanato e crochê para obter renda, além de estudarem durante o tempo de pena. Com 10 anos de funcionamento, o local nunca teve nenhuma rebelião ou motim e atingiu um índice de recuperação de 60% da população carcerária.

A diferença está principalmente no tratamento recebido pelos presos na APAC Paracatu, uma das 39 APACs (Associação de Proteção e Assistência a Condenados) de Minas Gerais. Por lá, não interessa o crime cometido por uma pessoa, ela sabe que será merecedora de atenção. O próprio edifício em que os presos ficam é bem cuidado, com pintura renovada pelos próprios detentos a cada ano. São eles também os responsáveis pela segurança interna, enquanto trabalham para garantir a renda familiar.

apac2 

Ao todo, 114 presos vivem nos dormitórios da APAC, onde não há trancas. Durante o dia, eles estudam e trabalham nas oficinas oferecidas pelo presídio, que vão de artesanato a marcenaria. Muitos aproveitam o tempo para realizar cursos profissionalizantes e saem de lá mais qualificados e prontos para serem reinseridos na sociedade. A dedicação ao trabalho e ao estudo ajudam a abater os anos de pena.

Mesmo assim, há um longo caminho para chegar à APAC. Todos os presos vêm de presídios tradicionais, onde cumpriram parte de sua pena. Para conseguir a transferência, eles precisam apresentar bom comportamento e solicitar por escrito uma autorização judicial, que precisará ser aceita pelo juiz local. O detento também precisa assinar um termo se comprometendo a seguir as normas de disciplina da instituição. Como resultado, os presídios na redondeza também passaram a não ter mais rebeliões, pois os presos melhoram seu comportamento na expectativa de conseguir transferência para a APAC.

apac3
Fotos via / Foto destaque: Reprodução Facebook

Todo o funcionamento é realizado em parceria com a Pastoral Carcerária, bem como um time de voluntários. Há ainda 14 funcionários contratados, entre eles cinco ex-presos, que trabalham como inspetores de segurança e supervisores de oficina. Graças a esse modelo, os custos para o estado com cada preso da APAC são de apenas R$ 915 contra cerca de R$ 4.500 para os presídios convencionais.

apac4
Foto via

O terreno em que a instituição funciona foi uma doação da Igreja Católica e recebeu verba de R$ 1,1 milhão do estado, bem como doações de R$ 700 mil dos moradores da cidade. Hoje, a construção conta com dois pavimentos, auditórios e até um consultório odontológico, onde os detentos podem colocar aparelhos ortodônticos ou realizar implantes dentários, como uma forma de recuperar a autoestima e saúde bucal.

Uma barraca de alimentos orgânicos em Delfim Moreira, no sul de Minas Gerais, tem dado o que f...

Essa barraca de produtos orgânicos em Delfim Moreira (MG) não tem vendedor; a confiança basta

💜
2017

Uma barraca de alimentos orgânicos em Delfim Moreira, no sul de Minas Gerais, tem dado o que falar entre os moradores da cidade. O motivo? Não há nenhum tipo de funcionário trabalhando nela.


Cada pessoa escolhe os produtos que precisa e deposita o dinheiro do valor da compra em uma caixa reservada para isso. O modelo é semelhante ao do café The Vault, localizado nos Estados Unidos, onde os clientes também não encontram nenhum tipo de funcionário nem para servi-los nem para cobrá-los.

zeclaudiocapa 

Seu Zé Cláudio, que teve a ideia do espaço, conta que o modelo inusitado surgiu da necessidade de precisar passar o dia na roça, cuidando dos produtos que vende na barraca. “A minha barraca fica sem ninguém, porque nesse momento que não tem ninguém lá eu tenho que estar produzindo pra vender pra você”, disse.

Ainda segundo seu Zé, ele já havia ouvido falar sobre esse tipo de iniciativa no exterior, e acreditou que daria certo aqui no Brasil também. “Tenho certeza que esse é um dos caminhos para que a gente reverta a imagem de que o brasileiro é desonesto”, completou.

zeclaudio3 

zeclaudio8 

zeclaudio4 

zeclaudio5 

zeclaudio6 

Todas as imagens © Reprodução Jornal EPTV

As palavras Curitiba e Carnaval não costumam andar juntas. Não da maneira tradicional, pel...

O ‘Carnacão’ de Curitiba vai reunir cachorros fantasiados e promover a socialização

💜
2017



As palavras Curitiba e Carnaval não costumam andar juntas. Não da maneira tradicional, pelo menos. Mas já famosa pelo Rock Carnival, festival que une grandes bandas do cenário nacional e internacional, a capital paranaense agora vai sediar um novo evento. E bem mais fofo. O Carnacão, uma folia organizada reunir cães fantasiados e promover a socialização entre os pets.

O evento será realizado no dia 4 de março, e a organização estima a presença de até 100 cachorros. O espaço tem um ambiente coberto, o que garante a realização mesmo se o tempo não colaborar. Mas o clima também deve ser levado em conta na hora de fantasiar os bichanos.

halloween-7-multiplos 

Segundo Eduardo Assunção, adestrador e especialista em comportamento animal, roupas leves e frescas são a melhor pedida: “É preciso ficar atento ao clima. Não dá para colocar uma roupa quente se tiver muito calor”.

 

cao lagosta 

cachorro-fantasiado-hotdog2 

Cachorros de todos os tamanhos e raças são bem-vindos e os ingressos para o Carnacão custam apenas R$ 5,00, valor que será doado à ONG Ajude Focinhos, de Curitiba. Os organizadores também pedem 1kg de ração para quem puder doar. A folia, que acontece na Manju Pet Day Care, também vai contar com feirinha de produtos para pets e diversas opções de comidas e bebidas com foodtrucks.

124302-970x600-1 

dog01 

halloween-2-abelha 

Todas as imagens © Reprodução Facebook

É difícil encontrar alguém que não goste de flores. De sorvete então, quase missão impossíve...

Alguém decidiu juntar sorvete e flores e o resultado é este

💜
2017



É difícil encontrar alguém que não goste de flores. De sorvete então, quase missão impossível. Pensando nisso, a i-Creamy, uma sorveteria de Sydney, na Austrália, criou os sorvetes mais bonitos que você já viu, batizados de “Gelato Flowers”.

Através de uma técnica especial, onde cada pétala é esculpida individualmente com uma espátula, o sorvete se transforma em um verdadeiro buquê, fazendo com que o consumidor fique até mesmo com pena de comer e desmanchar a ‘obra de arte’.

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-2-588214cc343d4__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-3-588214ce361ae__700 

Como se não bastasse, os sabores disponíveis são todos especiais. “Nós somos tailandeses, então desenvolvemos sabores bem asiáticos.”, disse o proprietário do local. Dentre as opções, é possível encontrar sabor chá de laranja tailandês, de gergelim preto e de chocolate branco com missô. Lindo e inusitado!

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-4-588214d4bd59a__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-7-588214dd8da8d__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-8-588214df7acda__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-10-588214e3e9ad7__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-13-588214eba6f95__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-9-588214e193deb__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-16-588214f10c6ee__700 

gelato-flowers-ice-cream-icreamy-20-588214f9d0588__700
Todas as imagens © Reprodução

Já reparou como a criatividade pode ser aplicada a quase tudo na vida? Quem sai da caixa e s...

Essas pessoas são a prova de que a criatividade serve para muito mais do que ter uma profissão

💜
2017



Já reparou como a criatividade pode ser aplicada a quase tudo na vida? Quem sai da caixa e se arrisca a colocar em prática ideias inovadoras sabe que muitas vezes é possível encontrar soluções simples e eficazes para problemas que pareciam quase intransponíveis. E essas pessoas são a prova disso!

Cada uma delas foi responsável por mudar algo que poderia parecer banal, mas fez toda a diferença na vida de alguém ou mesmo de uma comunidade inteira. Afinal, é com criatividade que a gente move o mundo.

1. Mohamed Taher e o empoderamento feminino no Egito

O fotógrafo Mohamed Taher encontrou uma maneira criativa de combater o assédio nas ruas do Cairo, no Egito. Por lá, o problema é uma verdadeira epidemia, com mais de 99% das mulheres tendo relatado situações de assédio nas ruas. Para mostrar que elas também pertencem ao espaço público, o fotógrafo convidou dançarinas do país para exibirem toda a delicadeza de suas coreografias em um ensaio fotográfico pelas ruas da cidade. 

panamericana1
Foto © Mohamed Taher

2. Essa estudante criou um produto capaz de salvar vidas

Com apenas 15 anos, a jovem Emily Duffy já mostra um talento único para o design. Colocando a criatividade em prática, ela inventou sacos de dormir que pode salvar a vida de moradores de rua. O produto inventado por ela é impermeável e à prova de fogo. Assim, além de proteger o usuário em caso de incêndio, ele também o mantém seco quando chove, evitando a exposição à umidade.

panamericana2 

panamericana3
Fotos: Divulgação

3. Ele transformou a vida de diversos estudantes com uma fotografia

A página do Facebook Humans of New York, criada por Brandon Stanton, já é bastante conhecida no mundo inteiro por inovar ao compartilhar fotografias e histórias de moradores da cidade. Uma dessas imagens, no entanto, foi responsável por mudar a vida de diversos estudantes de uma escola pública local. Tudo começou quando Brandon fotografou o menino Vidal e ele contou sobre como a diretora de sua escola o inspirava a ser uma pessoa melhor. 

O relato recebeu mais de um milhão de curtidas na rede social e acabou se transformando em uma campanha de doações, arrecadando mais de US$ 1,4 milhões. O dinheiro será usado para levar os estudantes da escola a conhecer a universidade de Harvard, além de criar um fundo para bancar a graduação dos alunos que forem aceitos na instituição.

panamericana6

4. Eles usaram fotografia e criatividade para falar sobre um problema sério

Cada vez mais nós acompanhamos de perto a rotina de desconhecidos através das redes sociais. No Instagram, por exemplo, algumas pessoas chegam a arrecadar milhões de seguidores e compartilham quase todos os detalhes de suas vidas na rede. Mas um perfil no Instagram mostrou o quanto podemos achar que conhecemos uma pessoa sem notar que ela possui um problema muito sério. 

Se trata da conta de Louise Delage, uma parisiense de 25 anos que arrecadou mais de 110 mil seguidores na rede. Através do Instagram, ela postava fotos de sua vida, com um detalhe: em praticamente todas as imagens a jovem aparecia acompanhada de um copo ou garrafa de bebida alcoólica. Depois de algum tempo, a revelação: o perfil havia sido feito para alertar sobre como o alcoolismo pode acometer qualquer um.

panamericana4
Foto © Louise Delage

5. Ela combateu a evasão escolar com um produto inovador

A designer de produto colombiana Diana Sierra usou a criatividade para combater um grande problema em Uganda, onde realizou um intercâmbio enquanto estudava. Ela descobriu que muitas meninas do país deixavam de frequentar a escola quando menstruavam pois o acesso a absorventes ainda era difícil e caro para elas. 

Em conjunto com o equatoriano Pablo Freund, Diana desenvolveu uma calcinha com bolsas impermeáveis que podem ser preenchidas com qualquer material absorvente (pano, algodão e papel higiênico são alguns dos exemplos). O produto é reutilizável e promete garantir que as meninas estejam bem protegidas durante sua menstruação, podendo frequentar a escola sem preocupações. 

panamericana5
Foto © Be Girl

Essa semana São Paulo acordou mais cinza. Uma cidade que antes era reconhecida por sua vibr...

Este vídeo relembra como era a Av. 23 de Maio antes do cinza de Dória

💜
2017



Essa semana São Paulo acordou mais cinza. Uma cidade que antes era reconhecida por sua vibrante arte urbana, está vendo suas paredes tomadas por jatos de tinta monocromática. A mais recente intervenção nesse sentido aconteceu a mando do prefeito eleito João Doria: apagar os grafites da Av. 23 de Maio.

Em 2015, a avenida tinha sido considerada como lar da maior obra de grafite da América Latina, com um painel de mais de cinco quilômetros de extensão. Mas, antes que a obra completasse dois anos, ela foi apagada. Uma reportagem feita pelo Jornal da Gazeta na época da inauguração do painel relembra a beleza do espaço antes de que suas cores fossem substituídas por “tristeza e tinta fresca“.



 

 


Todas as fotos: Reprodução Youtube

No mês de janeiro no último sábado (21), apenas um dia depois de Donald Trump assumir a pr...

Série de fotos inspiradora mostra como foi a ‘Marcha das Mulheres’ ao redor do mundo

💜
2017



No mês de janeiro no último sábado (21), apenas um dia depois de Donald Trump assumir a presidência dos Estados Unidos, o republicano já precisou enfrentar uma gigantesca manifestação, a Marcha das Mulheres, que foi muito além dos EUA e reuniu pessoas em diversos lugares do mundo.

O protesto contra o novo presidente, mas principalmente a favor dos direitos das mulheres e das minorias, foi organizado inicialmente para acontecer apenas nos Estados Unidos, mas ganhou adesão de centenas de cidades no mundo todo. Segundo os organizadores, foram 670 manifestações marcadas em mais de 20 países.

Em Washington, capital do país americano, aconteceu a maior de todas com cerca de 500 mil pessoas. Entre os presentes estiveram celebridades como Emma Watson, Cher, Scarlett Johansson, Katy Perry, Alicia Keys e Jessica Chastain. A cantora Madonna fez uma aparição surpresa e discursou contra Trump.

Veja as imagens de cidades um pouco por todo o mundo e restaure alguma da fé na humanidade – as mulheres não perderão essa luta:

Washington, EUA
washington
Idaho, EUA
idaho
Los Angeles, EUA
losangeles
Nova York, EUA
ny
Oakland, EUA
Oakland-California
San Diego, EUA
san-diego
São Francisco, EUA
sanfran
Seattle, EUA
seatle
Sioux Falls, EUA

Sioux Falls-S.D.
Alasca, EUA
alaska
Atlanta, EUA
atlanta
Boston, EUA
boston
Chicago, EUA
chicago
Columbia, EUA
columbia
Denver, EUA
denver
Havaí, EUA
havai
Ajijic, México
Ajijic,México
Amsterdam, Países Baixos
amsterdan
Belgrado, Sérvia
belgrado
Calcutá, Índia
calcuta-india
Durban, África do Sul
durban-africadosul
Florença, Itália
florenca
Londres, Inglaterra
londres
Macau, China
macau_china
Nairóbi, Quênia
nairobi-kenia
Melbourne, Austrália
melbourne
Paris, França
paris
Toronto, Canadá
toronto
Brasília, Brasil

brasilia
Vancouver, Canadá
vancouver
Todas as imagens via